Ads 468x60px

Link list 2

AddThis

6 de março de 2018

0

A História de Chun-Li



Quando eu comecei a contar histórias de personagens aqui no canal e no blog Snestalgia, começaram a surgir pedidos para outras histórias e uma das mais pedidas, sem dúvida, foi a história da Chun-Li. Hoje vamos fazer a alegria do pessoal que pediu, implorou e me perseguiu pelas ruas, tudo no intuito de conhecer um pouco mais sobre uma das primeiras musas dos games. Mas antes eu gostaria de deixar um recado importante para você que gosta de Street Fighter. A Warpzone possui um incrível livro que trata, exclusivamente, sobre toda saga Street Fighter! Além disso eles possuem muitos outros livros para vocês que amam retro gamer.

Então não percam tempo, usem o código de desconto Snestalgia e ganhem 12% de desconto em todo site da Warpzone. É só clicar aqui e começar a comprar!

E para conhecer a história completa da Chun-li clique ai em Continue Lendo e bora lá


Pra quem não quiser ler o post tem esse vídeo aqui que postei que tem como base esse texto, mas aviso que o texto aqui do blog está bem mais completo


Chun-Li - Biografia

Chun-Li fez sua primeira aparição em Street Fighter 2, lembro da primeira vez vi ela nos fliperamas e foi amor à primeira vista! Aquela chinesinha, com um belo par de coxas, seduziu muitos marmanjos na década de 90. Uma confusão aconteceu na época, quando você ia lutar contra ela, o narrador falava “Xaina” e muitos chamavam ela por esse nome. Acreditam!? Mesmo que o nome dela estivesse na tela, conheço muita gente que chamava ela assim e ainda chama. Ela foi a primeira mulher que apareceu em Street Fighter, já que no primeiro game da franquia só tínhamos lutadores homens, mas ainda bem que os produtores perceberam que precisavam por uma mulher para deixar o jogo com mais charme e acertaram em cheio na escolha.

Muitos acham que Chun-Li foi a primeira personagem feminina em jogos de luta, mas isso é um mito, pois antes dela tivemos a Typhoon Gal ou garota tufão no game para fliperamas Onna Sanshirou da Taito lançado em 1985, só pra citar um dos exemplos de figuras femininas que chegaram antes do que a Chun-li nos jogos de luta. Ela pode não ter sido a primeira, mas de longe foi a mais popular, graças a ela todos os jogos de luta após Street Fighter tiveram uma ou duas mulheres no elenco, coisa que naquela época era um tabu, afinal não pegava muito bem colocar mulheres para levar sopapos dos homens em um torneio de vida ou morte não é mesmo? E dói na alma ver a Chun-Li, que é uma gracinha, levar um pilão do Zangief.
Sua história de lutadora começa muito antes do Street Fighter 2, já que aos 5 anos de idade seu pai ensinou para ela os primeiros movimentos de Tai Chi e logo após vários outros golpes do Kung Fu. Ela também teve Gen como mestre, sendo que ele era amigo do pai de Chun-Li e foi durante esse treinamento que a Chun-Li mostrou muito talento para artes marciais. Ela adicionou vantagens pessoais em seu estilo de luta, usando a velocidade e chutes potentes e muito rápidos, bem parecidos com o do seu pai Dubal que tinha a fama de ser especialista em chutes. Falando um pouco sobre Dubal, o pai dela era uma grande fonte de inspiração para Chun-Li, tanto que ela seguiu o mesmo caminho de seu pai e se tornou detive aos dezoito anos de idade, talvez não por vocação e sim por um motivo triste: O desaparecimento de seu pai, Dubal

Ela entrou para Interpol com a intenção de poder procurar seu pai, sendo que ela ficou responsável por investigar a temida Shadaloo, que era uma poderosa organização criminosa e haviam fortes indícios de ter envolvimento com o desaparecimento de Dubal.

Os primeiros passos da Chun-Li, na investigação do paradeiro de seu pai começam, em Street Fighter Alpha 2 onde, numa conversa com Gen, ela descobre que possivelmente a Shadaloo seja a responsável pelo sumiço de seu pai. Ela consegue encontrar a base da Shadaloo e chega até o líder que é, nada mais nada menos que Bison! Ela não tem chances contra ele e ele resolve ir embora, mas deixa seu recado e diz que se ela tentar algo novamente ele vai matá-la, assim como fez com seu pai! E é nesse momento que descobrimos que Dubal está morto!
Chun-Li fica triste e jura vingança contra Bison, eu não consegui prestar muita atenção na conversa, pois no final dela no Street Fighter Alpha 2 colocaram ela num ângulo bem sugestivo, o que acabou me deixando cego de paixão!



Sabemos também que Street Fighter Alpha 2 também foi lançado para Super Nintendo, porém esse negócio da Capcom ficar dando close nas partes da Chun-Li era muita safadeza para a Nintendo dos anos 90. Vocês já devem imaginar o que aconteceu, não é? Se você terminar o arcade mode com a Chun-Li na versão capada de Super Nintendo ela aparecerá de frente mesmo, olhando para cima. Nintendo e suas Nintendices. Eu fico imaginando a frustração do cara que zerou no arcade, viu a imagem sensual final, reuniu os amigos do bairro e tentou provar a história para os amiguinhos enquanto jogavam no SNES. Certamente leva a fama de mentiroso até hoje.
 
Em Street Fighter Alpha, apesar de não ser canônico, o final da Chun-Li é bem mais legal que o do Alpha 2. Após ela derrotar Bison o mesmo fica de joelhos em sua frente e ele diz que ela é tão estupida quanto seu pai e dá um baita socão na barriga de Chun-Li e novamente vemos que a Capcom sempre gostou de colocar a Chun-Li em ângulos comprometedores para alegria da rapaziada. Depois ela aparece numa cama de hospital com dois caras que não faço ideia de quem sejam. Um ali parece ser o Nash, mas não tenho certeza, quem souber comenta ai.

Ainda sobre o Alpha e Alpha 2 vemos que no Alpha a roupa da Chun-Li é diferente e não muito reveladora, mas no Alpha 2 temos duas opções de Chun-Li: Escolhendo ela com o Start apertado ela vira a Chun-Li com a roupa do Street Fighter 2, e não é só isso, pois os golpes e o modo como são executados mudam, então podemos afirmar que não se trata apenas de uma skin, mas que sim, temos duas versões de Chun-Li para jogar e ambas são muito apelonas nesse jogo.


Street Fighter Alpha 3

Aqui Chun-Li ainda investiga a Shadaloo, porém recebe aliados na sua jornada, Guile e Nash e, juntos, conseguem se infiltrar na base da Shadaloo. Enquanto Nash e Guile estavam colocando bombas no local, Chun-Li continua sua busca por vingança e encontra Bison. Legal que no game ela aparece armada apontando uma arma para Bison, mas depois joga a arma no chão e parte pra porrada! Um tremendo vacilo né? O certo era meter bala no infeliz ali mesmo.

Novamente Chun-Li não consegue derrotar Bison, na verdade ela nem lutou contra ele, já que o final verdadeiro do game não é o da Chun-Li. No final real de Street Fighter Alpha 3 Nash se sacrifica para derrotar Bison e salvar todos. Ele explode as bombas na base da Shadaloo, Guile e Chun-Li fogem, mas durante a fuga Chun-Li encontra Cammy e ajuda ela escapar. Outra coisa que também é contraditória, pois quem salvou a Cammy daquela explosão foi o Vega. A Capcom manja de como bagunçar uma história, enfim, após a explosão do local Chun-Li acredita ter conseguido sua esperada vingança dando um fim na Shadaloo e no Bison. 

Street Fighter 2
Mal sabia a Chun-Li que Bison tinha enganado geral e não tinha morrido coisa nenhuma. Ele convida aqueles que atrapalharam seus planos no passado para um novo torneio de Street Fighter e, é claro, Chun-Li foi uma das convidadas. Que ousado! Chun-Li decide participar do torneio para dessa vez acabar definitivamente com Bison. Não se sabe ao certo como foi a participação de Chun-Li no torneio, mas o que sabemos que é foi aqui a que ela imortalizou seus golpes e sua aparência, começando com o golpe dos pezinhos, (Sim! É assim que eu chamo o golpe) que bastava ficar apertando o botão freneticamente para ela surrar gerar com seu belo par de coxas. Também popularizou o golpe “Vou de Taxi”, Ah cara! Não tem jeito! Geral falava “Vou Taxi” ou “mini taxi” e para mim esse sempre vai ser o nome desse golpe. O golpe era legal e bem útil, mas, só entre nós, o que foi imortalizado mesmo nesse golpe é que toda vez que ela fazia o “vou de taxi” os mais safadenhos apertavam pause para ver as partes da Chun-Li. Você já fez isso!? Eu nego!

Enfim, não foi ela que derrotou Bison, alguém ainda tinha esperança de que ela derrotaria Bison? Porém temos várias versões de seu final para esse jogo, afinal tivemos um monte de versões para o Street Fighter 2, inclusive fiz um vídeo mostrando todas as versões desse jogo épico, depois assistam lá que está bem legal. Mesmo os finais tendo várias versões a história central não foi modificada: Ela aparece rezando no túmulo do seu pai, o que é meio estranho afinal nunca encontraram o corpo de Dubal e não duvido nada a Capcom dar um jeito de ressuscitar ele futuramente. Após a reza ela diz que vai voltar a ser uma garota comum. Na verdade tem duas versões, uma onde ela diz que vai voltar a ser normal e outra que ela diz que vai voltar a ser detetive. Nos primeiros Street Fighter 2 ela se desfaz de algumas peças de roupa, jogando para o alto, e aparece de cabelo solto, como no final do Super Street Fighter 2 Hyper Fighting. Nada de imagens sugestivas, nem coxas nem nada do gênero!

Na versão de Super Nintendo de Street Fighter 2 o cemitério e a cova são diferentes e ela quando troca de roupa, fica até um pouco mais periguete com um short bem curto, arrisco a dizer que ela ficou mais bonita assim não acham?
Já em Super Street Fighter 2 a vida normal dela é só com a roupa clássica, na cor preta, batendo em uns caras. Legal que na versão de Snes a Nintendo censurou o sangue nessa parte.

De volta a vida normal de detetive, a cena é a mesma, ela só aparece com uma roupa com uma estrela tipo xerife, o que achei bem da hora e quando ela volta para vida de garota normal ela vai para uma loja provar uma roupa nova. Destaque para mini saia, vejam que ao fundo tem uma mulher segurando a roupa de luta da Chun-Li, mas tem outras coisas que me chamaram a atenção pra valer aqui, que é o fato de todas se parecerem a Chun-Li! Tem Chun-Li pra todo mundo! A posição que a Chun-Li está com saia meio que levantada parece estar mostrando a bunda para aquela mulher ali na direita, que só aparece parte do corpo e a cabeça dela e a mulher de roupa roxa ao fundo parece que tem barba, olha só:
Sem dúvida Street Fighter 2 foi onde a Chun-Li mais brilhou, sua imagem foi muito bem moldada e Capcom aproveitou bastante da fama da personagem para explorar sua imagem ao máximo, vou explicar durante o artigo.

Super Street Fighter IV

Como a Capcom gosta de bagunçar as coisas pulamos o Street Fighter 3 e vamos para o Street Fighter IV para continuar a história da Chun-Li. Street Fighter 4 começa pouco depois de Street Fighter 2, onde Chun-Li já tinha voltado para sua vida normal, mas teve que voltar a ser detetive, pois ainda existiam indícios de que a Shadaloo estaria atuando. Guile passou essas informações para ela e Chun-Li ficou chocada com a persistência da organização e agora, além da Shadaloo, também tinham que se preocupar com a S.I.N outra organização criminosa que tinha ligações com a Shadaloo. 

A S.I.N estava desenvolvendo um tipo de arma biológica e a missão da Chun-Li é descobrir do que se trata e impedir as ações dos criminosos. Ela continua as investigações em parceria com Cammy e Guile, sendo que Chun-Li tem em mente pôr um fim, tanto na S.I.N quanto na Shadaloo, de uma vez por todas e, de quebra, ainda conseguir mais informações sobre seu pai. Ela diz que sabe que nunca mais o verá de novo, mas quer saber dos seus últimos planos, desejos e tudo mais. Na real eu acho que ela ainda tem esperança que seu pai esteja vivo. 

Logo no começo das investigações ela encontra uma nova rival à altura e entra num confronto contra Juri. podemos ver essa luta épica no OVA de Street Fighter IV e, na ocasião Chun-Li estava preocupada com algumas crianças que estavam no local daquela luta, sendo que por estar distraída com essa preocupação, não estando 100% concentrada em sua adversári,a Chun-Li acabou sendo derrotada por Juri, que por pouco não matou a Chun-Li. Ao término da luta Chun-Li estava totalmente aniquilada, mas Guile e Cammy apareceram na hora certa e Juri escapa vitoriosa.
Um novo torneio de Street Fighter é anunciado e Chun-Li entrou para continuar sua investigação. Durante o torneio ela encontra Gen e, como o mesmo conheceu o pai de Chun-Li, ela pede mais informações sobre Dubal, porém sem sucesso.
Chun-Li teve sua revanche contra Juri, agora sem distrações, ela consegue derrotar Juri que foge logo após ser derrotada. Chun-Li fica feliz por sua vitória, mas chateada por não conseguir prender Juri. Por fim Chun-Li consegue se infiltrar na base dos criminosos, mas tudo não passava de uma armadilha e a base entra em modo de destruição. Que péssimo dia não é mesmo? Ela teve a sorte de ser salva por Guile e Abel.

O final da história dela é meio “merda”, pois a história principal não gira em torno da Chun-Li, mesmo assim, no final de Super Street Fighter 4, ela tem um diálogo legal com Guile onde ela diz que está satisfeita no modo como tudo acabou e ela vai continuar na polícia, fazendo as coisas não mais pelo seu pai, mas sim por ela! Dando a entender que ela conseguiu encontrar um propósito para sua vida e aparentemente ela se aposenta das lutas.

No Street Fighter 4 a Chun-Li tem um visual inspirado no clássico, mas com uma pegada mais atual e caiu muito bem para personagem, porém eu gosto muito do seu traje alternativo onde ela usa um tipo de vestido preto o que faz todo sentido, lembram que no final de Street Fighter 2 ela disse que voltaria para sua vida normal e foi comprar roupas? Então, esse aí é o traje de garota normal da Chun-Li, por mim ela poderia ficar só assim que eu não ligaria não.

Agora chegou a hora de Street Fighter 3 certo? Erradoooo, se fosse assim a Capcom estaria melhorando na arte de bagunçar história, já que depois do de Street Fighter 2 pulamos para o 4, agora o invés de voltar para o 3 vamos para o 5, que esse sim tem um modo história melhor estruturado e vemos direitinho como cada personagem se encaixa no enredo.

Street Fighter 5
 
Aqui ela basicamente faz parte do time dos mocinhos que está tentando impedir Bison que tem mais um plano maléfico, afinal ele é um vilão e vilões tem planos maléficos e o plano da vez era ativar as Black Moons. A história é um pouco grande, então não vou entrar em detalhes e vou focar só na Chun-Li, que se juntou novamente com Guile para ir atrás de Bison, que novamente não dá nenhuma chance para Chun-Li, que é mais uma vez derrotada por Bison. Um ciclo! O jeito é ela desistir de ter sua vingança, pois contra o Bison ela não tem chance mesmo.

Eles continuam tentando desvendar os enigmas dos planos de Bison e nesse meio tempo Chun-Li, juntamente com outros, vai para vários lugares do mundo, inclusive o Brasil, até que finalmente conseguem desvendar o mistério por trás dos planos de Bison e, novamente vão para Base da Shadaloo para derrotar o tirano, e esperaaaa um pouco, quantas bases a Shadaloo tem? Já destruíram um monte, e mano como o Bison é burro, se ele quer se esconder porque ir para as bases? Todo mundo sabe onde ficam essas bases aff...

Na infiltração da base Chun-Li encontra uma garotinha chamada Li-Fen ela era uma das prisioneiras do local, o que reforça ainda mais que o Bison é um maníaco por crianças, mas enfim, Chun-Li com a ajuda de Karin consegue fechar as Black Moons, mas Fang usa Li-Fen para chantagear as duas. Por sorte não deu muito certo e elas conseguem derrotar Fang fugindo com Li-Fen dali. Para variar novamente Bison é derrotado, dessa vez por Ryu, mas antes ele tinha sido enfraquecido por Nash que novamente sacrifica sua vida numa parte até emocionante da história. Chun-Li fica feliz de reencontrar Ryu e fica mais feliz ainda por finalmente ver o fim da Shadaloo e acredita que dessa vez teve sua tão esperada vingança.
 

Street Fighter III: 3rd Strike
Finalmente chegamos no Street Fighter III: 3rd Strike onde Chun-Li enfim desistiu das lutas e está ensinando artes marciais para Li-Fen e outras crianças órfãs, mas ela ainda é uma policial. Entretanto a vida da Chun-Li não é fácil meus amigos, pois quando tudo parecia estar em paz, Urien sequestra Li-Fen. Ele deseja usar a criança em experimentos científicos e Chun-Li não tem escolhas a não ser lutar para poder salvar a vida da pobre garotinha. Ela reencontra Ryu e Ken durante sua jornada e, a propósito, nesse jogo inicialmente Chun-Li não estaria presente já que a Capcom queria fortalecer a imagem dos novos personagens, mas como a Capcom falhou miseravelmente teve que recorrer aos personagens mais famosos e trazer de volta alguns personagens marcantes da série e claro que Chun-Li foi uma das escolhidas. Ainda bem que isso aconteceu, pois ela é considerada por muitos a personagem mais forte desse jogo e graças a ela tivemos o privilégio de ver aquela jogada épica do Daigo no campeonato de Street Fighter 3 que ficou eternizada como o momento 37 da EVO. Tudo bem que, no caso, o Daigo estava com o Ken e a Chun-li tomou uma surra, mas é bonito de ser ver.


Chun-Li investiga e descobre que a organização de Gill sequestrou a menina. Ela finalmente confronta e luta com Urien, lutando pela liberdade da garota. Urien promete libertar a menina se Chun-Li o divertir com as suas habilidades de luta, pois ele havia ouvido sobre o status lendário de Chun-Li. Durante a batalha ela consegue superar as expectativas de Urien, sendo que o mesmo cumpre sua palavra e libera Li-Fen.




Após resgatá-la, Chun-Li descobre um novo propósito na vida (já que o seu velho propósito havia acabado, afinal a Shadaloo havia sido destruída), e ela decide treinar a garota. Tempos depois, Chun-Li repensa o que ela aprendeu naquele dia e decide se dedicar a ensinar a nova geração, agora não só pelo seu pai, mas também pelo seu país, assim como por todas as pessoas de coração bom que ela encontrou pelo mundo, ela vai treinar a próxima geração e ensiná-los o verdadeiro significado da força e beleza, que é um propósito de vida bem melhor do que vingança não acham? Mas eu entendo muito bem a Chun-Li, isso não tem nada a ver com a história, mas eu também tive meu pai assassinado e ninguém foi preso, então entendo muito bem o que é buscar vingança com as próprias mãos, mas um dia eu supero isso ou eu sigo os conselhos de Itachi de Naruto (Lhe falta ódio).

Referências e Curiosidades
A história Oficial da Chun-Li termina em Street Fighter 3, mas ela ainda apareceu em muitos outros jogos afinal ela se tornou popular, são muito jogos que ela faz aparição os mais populares são:

  • X-men VS. Street Fighter
  • Marvel vs Capcom
  • Super Puzzle Fighter
  • Capcom vs SNK
  • Namco vs Capcom
  • Street Fighter vs Tekken

Como são muitos jogos, então vou destacar só alguns como por exemplo em Street Fighter EX que foi quando a Capcom tentou colocar Street Fighter com gráficos 3D e o jogo não agradou a grande maioria. Eu sempre adorei o jogo e gostava muito de jogar com a Chun-li, mesmo ela sendo umas das piores personagens nesse jogo, sei lá, nesse aqui eu sentia que ele tinha muitas desvantagens em relação aos outros personagens, a velocidade dela que seria o diferencial nem está presente aqui, tipo ela é rápida, mas tem muitos personagens com a mesma velocidade que ela e até superior, mas gosto dela mesmo assim.

Da hora mesmo é ela no Street Fighter 2 The Movie que é o jogo baseado no filme do Street Fighter, aquele lá com o Jean Claude Van Damme. Na real ela nesse jogo não tem nada de especial, só estou mostrando pela zoeira mesmo, aqui o game segue a história do filme onde ela também quer vingar seu pai. No jogo/filme ela tem duas profissões onde ela é repórter e policial. A atriz que fez papel da Chun-Li é a Ming-Na Wen ou algo assim e o legal é que em 2009 essa atriz foi apontada como uma das 100 pessoas mais bonitas do mundo pela revista People, afinal não é qualquer uma que iria fazer o papel da Chun-Li né!?
Aproveitando que tocamos no assunto filme, Chun-Li também teve seu próprio filme chamado Street Fighter The Legend of Chun-Li e nesse ela foi interpretada por Kristin Kreuk.
E já que saímos dos games vamos ver Chun-Li nas telinhas e, com toda certeza, na sua jornada fora dos jogos a série onde ela mais brilhou foi no Street Fighter 2 Victory. A história do anime não segue a do jogo, mas dá para considerarmos muitas coisas se tratando da história da Chun-Li, pelo menos na parte de buscar seu pai, já que aqui ele também é alvo da Shadaloo, mas ao invés de Bison tirar sua vida quem faz isso é Cammy, mas na real ele nem morreu só ficou gravemente ferido. Aqui Chun-Li se torna amiga de Ryu e Ken e é como se fosse uma guia turística de ambos, mas vamos logo o que importa né!? Que são os melhores momentos de Chun-Li nesse desenho!

Destaque vai para sua luta contra o Guile quando ela tem o Cyber Chip implantado na sua testa e, manoo, ela lutando aqui parece uma mulher virada no Jiraya das TPM dá até medo! O destaque maior é durante sua luta contra o Vega que teve sangue, pancadaria, semi nudes e tudo mais! Nessa cena ai os treteiros fapadores foram a loucura.

Outro anime que fez os mais assanhados ficaram malucos foi o Street Fighter II - The Animated Movie onde Chun-Li nem aparece tanto, mas quando apareceu chegou logo numa cena de banho mostrando o popozão e os mamilos e como mamilos são muito polêmicos essa cena foi censurada em muitos países e até retirada em alguns casos. Aqui ela também faz uma luta muito boa contra o Vega, lembram que eu disse no começo do artigo que aproveitaram bastante a imagem da Chun-Li, então esse é um ótimo exemplo. Essa cena de banho é bem parecida com a cena do banho da Mai Shiranui no anime de Fatal Fury, mas a cena da Chun-Li foi mais ousada mesmo e se quiser conhecer a história da Mai também já contei a história dela aqui e no canal.
Ela aparece também no OVA de Street Fighter Alpha The Animation de 1999, aqui ela também investiga a organização da Shadaloo, mas a maior parte do tempo ela fica observando os passos de Ryu. Ela praticamente nem luta nesse anime, mas gostei muitos dos traços adotados para o visual dela e tem quem goste desse OVA, mas eu acho ele apenas normal.

Bomba mesmo é o Street Fighter Cartoon onde a Chun-Li aparece em quase todos os episódios, nem tem muito destaque para ela aqui não, só o fato de que acho ela bem mal desenhada, na verdade tudo nesse desenho é mal desenhado, mas pior que eu até assistia quando passava.

Existe também o Street Fighter (animação coreana) conhecido como Street Fighter (a.k.a. 거리의 무법자 or 스트리트 파이터) (Korean Animated Movie) (Daiwon) [1992] onde Chun-Li aparece num estilo mais SD, que apesar da animação ser meio bizarra, Chun-Li ficou bem fofa com esse visual.


Por falar em Coreia cuidado ao pesquisar Street Fighter e Coreia, pois tiveram série e até filmes Coreanos de Street Fighter e são um show de bizarrice. Se liguem só na Chun-li e nos outros personagens nessa série aqui: 스트리트파이터Q 1부
Até peço desculpas por mostrar isso, mas fazer o que né, temos que conhecer de tudo um pouco.

Bizarrices

E já que é para falar de bizarrice no filme, vamos listar algumas aqui:

·        "Future Cops", existe uma personagem de nome Chun-Li (春麗), que mais tarde, tem uma filha e ambas lutam juntas, com vestimentas claramente inspiradas na Chun-Li de Street Fighter, mas que conseguem ser tão bizarras quanto as Chun-li da Coreia.

·        O mais clássico de todos, que é bizarro, mas é bem legal, é o filme City Hunter estrelado por Jackie Chan onde o mesmo se veste de Chun-Li para lutar contra os outros, esse ai é muito louco!
     Chun-Li também faz pequenas aparições no filme do Detona Ralph junto de outros personagens famosos do mundo dos games.




·        O nome Chun-Li tem origem mandarim e significa “Bela Flor da Primavera” sei que existem outros significados, mas esse é o mais citado.

  • Em alguns lugares da Ásia ela é chamada de Shunrei.

·        Chun-Li nunca revelou seu peso, essa informação sempre foi apresentada como segredo em todos os jogos que ela apareceu, além disso ela se intitula como a mulher mais forte do mundo.

·        Os adereços que ela usa no cabelo são chamados de “Chifres de boi” que normalmente são amarrados com fitas de seda e que é bem comum em crianças chinesas ou pelo menos era antigamente.

·        Em uma entrevista ao site Polygon, Yoshiki Okamoto, o criador de Street Fighter, afirmou que queria que Chun-Li fosse bem mais fraca "porque as mulheres não eram tão fortes". E queria que ela tivesse uma barra de life menor, porém o designer do game, Akira Nishitani, não concordou e eles decidiram deixar a lutadora tão forte quanto os homens presentes no jogo.

·        No game We Love Golf os personagens podem usar trajes alternativos como os da Chun-Li e fica todo mundo uma graça.

·        Um easter egg muito clássico é a aparição de Chun-Li em Final Fight 2, ela fica logo no começo do game ao fundo comendo um miojo.

·        Ela também aparece em Breath of Fire praticando seus chutes dentro de uma sala na cidade de Bleak.



·        Outra aparição bacana é em Megaman 9 onde ela é um repórter que aparece em algum telejornal que o Dr. Light e o Megaman estavam assistindo.

·        Chun-Li e Ryu são os únicos personagens de Street Fighter que aparecem em todos os jogos versus da Capcom.

·        Se você for bem ninja vai encontrar Chun-Li na plateia do jogo Saturday Night Slam Masters.

·        Em Marvel vs Capcom temos a Shadow Lady que uma espécie de Chun-Li encapetada, deram um jeito de deixar ela mais apelona do que já era.

·        Em Street Fighter vs Mega man ela é um dos chefes do jogo com toda sua fofura novamente.
  
Com toda certeza Chun-Li fez muitas outras aparições, se souberem alguma que ficou faltando comentem aí. Sem dúvida ela é uma das personagens femininas mais icônicas do mundo dos games, tem muita personalidade, é inconfundível e não tem como imaginar um Street Fighter sem ela. Deixar ela de fora de algum jogo da franquia é o mesmo que tirar Ryu ou Ken, então acredito que essa chinesinha ainda vai estar presente em nossas vidas por muito tempo.

E essa foi a minha homenagem para Chun-Li, uma das personagens mais legais da Capcom! Por favor comentem quais personagens querem ver por aqui. 

Ah! Deixa eu recomendar aqui o novo site parceiro o Portal2join! Um portal com diversas noticias e artigos do universo Geek. Uma das colunas mais famosas do site é a Corre que o Visio tá Puto, onde sempre criam uma discussão bem humorada, com uma boa dose de raiva presente em cada parágrafo. Visitem o Portal2join.


Ajude o autor e curta essa postagem clicando em um ou mais dos botões de redes sociais abaixo e se possível se inscreva no nosso canal do Youtube.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

*Se gostou do post comente, sua opinião é muito importante.
*Comentários com links ou palavrões serão excluídos.

 

Seguidores